Esocial: liberada opção de impressão do Recibo de Férias

Com a edição da Medida Provisória nº 927/20, o eSocial teve de se adequar à nova legislação e foi ajustado para incluir as férias no recibo de salário. Nesse caso, o recibo à parte é desnecessário, já que os valores das férias saem junto do recibo de salário. Contudo, diversos empregadores que optaram pelo pagamento antecipado das férias estavam com dificuldades para gerar um recibo por conta própria. Dessa foma, o eSocial ajustou novamente a ferramenta com a possibilidade de emissão automática do recibo, conforme já antecipado em 02/06/2020.

‘Coronavoucher’ poderá ser sacado em caixas eletrônicos do Banco24Horas

O auxílio do governo para auxiliar os mais pobres, desempregados e autônomos, em meio à pandemia, está próximo de sair do papel. Após ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, o governo anunciará as medidas, regras, e, principalmente, locais para a retirada do chamado 'coronavoucher'. E a Tecban, que administra a rede de caixas eletrônicos Banco24Horas pretende se colocar como uma das alternativas às aglomerações das agências dos bancos e serviços estatais.
 

A empresa oferecerá a opção de saque digital para todos os beneficiários do programa. A ideia é que o usuário possa sacar o benefício mesmo que não tenha conta bancária: o beneficiário terá que colocar apenas o número do CPF e um código numérico que será enviado pelo celular. O beneficiário não pagará nada pelo saque. 

Como a Tecban já possui redes conectadas com os maiores bancos do país, o cadastro será puxado automaticamente pelos caixas eletrônicos – inclusive se a pessoa tiver somente um registro em programas sociais, como Bolsa Família, ou no PIS.

Dessa maneira, a Tecban quer disponibilizar os seus 23 mil postos de atendimento em 800 cidades para evitar aglomerações. “E, além das 140 milhões de pessoas que têm acesso a banco, vamos conseguir atender os 50 milhões de desbancarizados no país”, diz Jaques Rosenzvaig, presidente da Tecban, ao CNN Brasil Business.

O executivo espera um aumento de 20 milhões de transações com a entrada dos seus caixas eletrônicos no saque do benefício. Para Rosenzvaig, no entanto, isso não será o problema – houve uma queda de 10% no total de transações realizadas pela Tecban desde o início da quarentena em diversas cidades no Brasil. Será, basicamente, a troca de um para o outro.

Efeito coronavírus

Além da queda de saques causados pelos efeitos da quarentena, a Tecban também deve diminuir os seus investimentos neste ano. Nos últimos dez anos, a média de investimento da companhia foi de R$ 350 milhões. Em 2020, o aporte seria maior do que a média: R$ 430 milhões. Seria. Essa conta deve diminuir, segundo o presidente da empresa.

Por isso, a companhia começa a buscar alternativas em um mundo cada vez mais digital – e que o dinheiro não necessariamente virá na forma física. A entrada no pagamento de benefícios do governo é uma delas.

Além disso, a Tecban está de olho no crescimento também dos bancos digitais. Segundo Rosenzvaig, há 108 fintechs interessadas em utilizar os serviços da Tecban e dez empresas já são associadas da companhia. “É um aprendizado muito grande e estamos enxergando novas maneiras de atender aos clientes”, diz o executivo.

Sobre o fim do dinheiro diante do avanço dos pagamentos digitais, o executivo é categórico: crises como a do coronavírus mostram o quanto ele é essencial. Apesar da queda de 10% no volume de saques, houve um aumento de 15% no valor médio. “O nosso serviço mostra que continua sendo essencial mesmo em cenários mais abrasivos. E acreditamos que a retomada virá em breve”, diz Rosenzvaig. 

A Tecban é controlada pelos principais bancos do país: Itaú (com fatia de 28,95%), Bradesco (24,32%), Santander (19,81%), Banco do Brasil (12,52%), Caixa (11,61%) e Banorte (2,78%). Em 2019, a empresa faturou R$ 2,4 bilhões e teve um lucro líquido de R$ 57 milhões. 


CNN

Curso Preparatório para o Exame de Suficiência CFC R$ 246,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso de Perícia Contábil R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Tributária R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Prático de Departamento Pessoal (Reforma Trabalhista) R$ 139,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Geral R$ 99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Site desenvolvido por: Lojista Integrado: Sites | Marketing | Automação Teste Grátis