Esocial: liberada opção de impressão do Recibo de Férias

Com a edição da Medida Provisória nº 927/20, o eSocial teve de se adequar à nova legislação e foi ajustado para incluir as férias no recibo de salário. Nesse caso, o recibo à parte é desnecessário, já que os valores das férias saem junto do recibo de salário. Contudo, diversos empregadores que optaram pelo pagamento antecipado das férias estavam com dificuldades para gerar um recibo por conta própria. Dessa foma, o eSocial ajustou novamente a ferramenta com a possibilidade de emissão automática do recibo, conforme já antecipado em 02/06/2020.

Cerca de 17 mil empresas não prestaram informações sobre demissões

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informou nesta segunda-feira (30) que decidiu suspender a divulgação do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

De acordo com a secretaria, a suspensão ocorreu porque empresas deixaram de enviar informações, principalmente referentes às demissões de trabalhadores formais. A secretaria identificou, por exemplo, que cerca de 17 mil empresas não forneceram os dados corretos referentes ao mês de janeiro.

"A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões e demissões por parte das empresas, o que inviabilizou a consolidação dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), referentes aos meses de janeiro e fevereiro", informou a pasta.

A Secretaria de Previdência e Trabalho informou que tem entrado em contato com as empresas para que os dados sejam enviados, mas acrescentou que o cenário de pandemia do novo coronavírus pode ter dificultado o envio das informações.

Seguro-desemprego

Na nota enviada nesta segunda-feira, o Ministério da Economia informou que a falta das informações não irá interferir no pedido e na concessão do seguro-desemprego aos trabalhadores que tenham perdido os empregos.

"O acesso ao benefício pode ser todo feito de forma virtual, tanto pelo gov.br/trabalho quanto pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital", informou a secretaria.


Leia a íntegra da nota:

NOTA À IMPRENSA

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões e demissões por parte das empresas, o que inviabilizou a consolidação dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), referentes aos meses de janeiro e fevereiro.

Trata-se de dados de envio obrigatório e de responsabilidade das empresas e que, na presença de subdeclaração, podem comprometer a qualidade do monitoramento do mercado de trabalho brasileiro.

g1

Curso Preparatório para o Exame de Suficiência CFC R$ 246,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso de Perícia Contábil R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Tributária R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Prático de Departamento Pessoal (Reforma Trabalhista) R$ 139,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Geral R$ 99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Site desenvolvido por: Lojista Integrado: Sites | Marketing | Automação Teste Grátis