Contador(a), INDIQUE E GANHE seu bônus financeiro.

  Olá, Contador(a) Parceiro(a) A E-commerce Integrado é uma empresa de tecnologia em nuvem que há mais de 10 anos vem criando soluções em vendas online para Fabricantes e Lojistas que vendem no Atacado e Varejo. Parceria: É com grande satisfação que venho propor uma parceria de Indicação dos nossos serviços através de sua empresa contábil. Como funciona a parceria:  Através do acesso a página o  INDIQUE E GANHE,   sua empresa ao preencher o formulário da PROGRAMA INDIQUE E GANHE receberá de nossa equipe um CÓDIGO PERSONALIZADO para inserir os clientes na página TESTE GRÁTIS . Cadastro do Contador(a) Parceiro(a)   Indique e Ganhe:   Clique aqui Cadastro do Cliente Indicado (14 dias grátis e sem compromisso): Clique aqui Bônus do cliente indicado: Seu cliente terá 10% de desconto na taxa de integração, configuração, treinamento, curso EAD de Direito do Consumidor e 2 meses de cortesia no ERP Bling. Bônus do(a) Contador(a) na contratação da indicação:    R$100,00 (Pagamento imediato)

Arrecadação federal tem leve avanço e soma R$ 113,9 bilhões em setembro

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 113,933 bilhões em setembro e ficou praticamente estável em relação ao mesmo mês de 2018, segundo a Receita Federal. Houve um aumento real (já descontada a inflação) de 0,06% no período. Em agosto, o recolhimento de impostos havia registrado alta real de 5,67% na comparação anual. Em relação a agosto, houve queda real de 4,98% em setembro. O valor arrecadado foi o melhor desempenho para meses de setembro desde 2014.

No Rio Grande do Sul, a arrecadação totalizou R$ 5,34 bilhões, representando 0,5% menos em termos nominais do que o valor recolhido em setembro do ano passado. Corrigido pelo IPCA, este percentual corresponde a uma redução real de 3,3%. Deste valor, R$ 1,7 bilhão corresponde a impostos (33,2%), grupo que registrou redução nominal de 5,3% na mesma base de comparação. Outros R$ 3,5 bilhões (66,8%) corresponderam a contribuições, que registraram aumento nominal de 2%.


O resultado nacional, porém, veio próximo do piso do intervalo das expectativas de 19 instituições consultadas, que ia de R$ 113,7 bilhões a R$ 125,5 bilhões, com mediana de R$ 118,4 bilhões. Entre janeiro e setembro deste ano, a arrecadação federal somou R$ 1,129 trilhão, também o melhor desempenho para o período desde 2014. O montante ainda representa avanço de 2,15% na comparação com igual período do ano passado.

As desonerações concedidas pelo governo resultaram em uma renúncia fiscal de R$ 71,5 bilhões entre janeiro e setembro deste ano, valor maior do que em igual período do ano passado, quando foi de R$ 64,6 bilhões. Apenas no mês de setembro, as desonerações totalizaram R$ 7,8 bilhões, valor próximo do verificado em setembro do ano passado (R$ 7,8 bilhões). Só a desoneração da folha de pagamentos custou aos cofres federais R$ 773 milhões em setembro e R$ 6,2 bilhões no acumulado do ano. O Congresso aprovou em agosto de 2018 a reoneração da folha de 39 setores da economia, como contrapartida exigida pelo governo para dar o desconto tributário no diesel.

Curso Preparatório para o Exame de Suficiência CFC R$ 246,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Site desenvolvido por: E-commerce Integrado: Integração e Sites Profissionais Teste Grátis