Esocial: liberada opção de impressão do Recibo de Férias

Com a edição da Medida Provisória nº 927/20, o eSocial teve de se adequar à nova legislação e foi ajustado para incluir as férias no recibo de salário. Nesse caso, o recibo à parte é desnecessário, já que os valores das férias saem junto do recibo de salário. Contudo, diversos empregadores que optaram pelo pagamento antecipado das férias estavam com dificuldades para gerar um recibo por conta própria. Dessa foma, o eSocial ajustou novamente a ferramenta com a possibilidade de emissão automática do recibo, conforme já antecipado em 02/06/2020 .

SPED Fiscal: Cometer erros não é uma opção

Gestor, o Brasil é um país com burocracia em excesso e, disso, não há como fugir, mesmo com o apoio crescente da tecnologia. Reduzir papel através da gestão on-line é fácil, reduzir erros e retrabalhos pela automatização é fácil, reduzir custos de emissão e arquivamento de documentos com o mundo cloud (servidores web) também é. Já reduzir obrigações fiscais no Brasil, no máximo pode ser menos trabalhoso, mas errar não é uma opção.

Gostando ou não, se você é líder de algum processo, ou responde pela rotina integrada de processos na sua organização, novas exigências deste país vão chegar até seu computador e muito provavelmente chegarão “de cima”. E, quando isso acontecer, você pode não ter poder de decisão na empresa, mas o poder de ter que dar respostas corretas e manter o governo (e seus líderes) bem informados, este “poder” sim, você tem.
Por exemplo se você lida com pessoas, certamente já ouviu falar do e-Social, “Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas. Por meio desse sistema, os empregadores passarão a comunicar ao Governo, de forma unificada, as informações relativas aos trabalhadores, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS” (fonte: portal Sped do Governo Federal – http://sped.rfb.gov.br/).  E se já ouviu falar, sabe que tem um prazo para adaptação de sua empresa  a ele.
Pois então, o e-Social é só um dos módulos do sistema SPED, o Sistema Público de Escrituração Digital que, segundo o governo, simboliza, “um avanço na informatização da relação entre o fisco e os contribuintes”. No popular, lê-se, mais controle, em tempo real, do estado sobre as obrigações fiscais do contribuinte, informadas à Receita Federal (ou você estava achando que o estado ia ficar de fora desse movimento “use a tecnologia a favor do seu dinheiro”).
O SPED FISCAL
Vamos contextualizar para você. O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), criado pelo governo federal para o recebimento das informações fiscais e contábeis das empresas, é composto por linhas de análise:
  • Escrituração Contábil Digital (ECD  ou SPED Contábil);
  • Escrituração Fiscal Digital (EFD ou SPED Fiscal);
  • Nota Fiscal Eletrônica (NF-e).

Hoje vamos falar mas especificamente da 2ª opção, o SPED Fiscal, um arquivo digital que informa todos os documentos fiscais e informações que os fiscos federal, estadual e, em breve, municipal, precisam saber. Essas informações referem-se ao período em que são apurados os impostos de ICMS e IPI, por exemplo. É uma entrega unificada, transmitida e assinada digitalmente (certificados A1 u A3).

Na prática empresarial (contribuinte), por utilizar o meio digital, o SPED Fiscal elimina a necessidade de acumular documentos em papéis, simplificando a entrega da documentação aos fiscos. No caso do governo, o sistema facilita a fiscalização e reduz a burocracia para a entrega desses documentos.
Erros que não podem ser cometidos no SPED Fiscal
Se o controle é em tempo real, questionamentos sobre falhas no processo também chegarão quase que na velocidade da luz (tudo bem, um exagero tanta velocidade, mas é assim que você se sente quando o governo solicita explicações, não é?). Então fique atento, não é hora de cometer erros de transmissão deste arquivo!
SPED Fiscal é mais complexo do que você imagina, se preparar para esta obrigação é parte fundamental de todo profissional. Se você procura por um treinamento onde possa aprender a analisar, identificar e corrigir os erros não detectáveis pelo PVA em 5 passos simples, onde possa aprender como escriturar o SPED Fiscal de forma prática e eficiente ou para quem deseja aprimorar o seu nível de análise da EFD ICMS/IPI, temos um treinamento especial para você, clique aqui e conheça o treinamento mais completo de SPED Fiscal do mercado.
A ausência de um canal aberto entre as empresas e a Receita federal, dificulta a resolução de dúvidas sobre o preenchimento e envio dessa obrigação, deixando qualquer empresa vulnerável a erros recorrentes. Nessa hora é necessário ter aliados, como softwares de gestão integrada, ou ERP, preparados para atender esta rotina e uma contabilidade bem informada das mudanças.

Curso Preparatório para o Exame de Suficiência CFC R$ 246,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso de Perícia Contábil R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Tributária R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Prático de Departamento Pessoal (Reforma Trabalhista) R$ 139,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Geral R$ 99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Site desenvolvido por: Lojista Integrado: Sites | Marketing | Automação Teste Grátis