Esocial: liberada opção de impressão do Recibo de Férias

Com a edição da Medida Provisória nº 927/20, o eSocial teve de se adequar à nova legislação e foi ajustado para incluir as férias no recibo de salário. Nesse caso, o recibo à parte é desnecessário, já que os valores das férias saem junto do recibo de salário. Contudo, diversos empregadores que optaram pelo pagamento antecipado das férias estavam com dificuldades para gerar um recibo por conta própria. Dessa foma, o eSocial ajustou novamente a ferramenta com a possibilidade de emissão automática do recibo, conforme já antecipado em 02/06/2020 .

Benefícios da terceirização na gestão de projetos

Contratar serviços especializados ou treinar pessoal efetivo? Neste artigo a Employer esclarece algumas das vantagens relacionadas à terceirização de atividades dentro dos negócios. O regime de contratação conta com legislação específica, determinada por lei aprovada em março do ano passado
Mais eficiência nos processos, mais competitividade nos negócios. Com a sanção das Leis 13.429/2017 e 13.467/2017 , a contratação de serviços terceirizados passou a contar com legislação específica. Antes disso, o assunto oscilava entre as regras da CLT e a Súmula 331 do TST. A regulamentação deste regime de trabalho trouxe mais segurança para empregados na modalidade de terceirizados. Ganharam, também, as empresas que precisam contratar serviços especializados para atender necessidades específicas no dia a dia de negócios.
A relação de trabalho fica a cargo da prestadora do serviço. Para a contratante, abrem-se possibilidades de utilizar serviços especializados na gestão de projetos que impactam positivamente os resultados. Entenda melhor a seguir.
Gestão de projetos: por que terceirizar é um bom negócio?
Porque economiza recursos, tanto financeiros quanto humanos. Com a possibilidade de terceirização para quaisquer atividades da empresa, inclusive sua atividade fim, é possível contratar uma empresa especializada para fazer o planejamento, execução e gestão de novos processos de negócios. Um exemplo prático: uma indústria que vai abrir uma nova planta em outra cidade. A empresa pode contratar serviços especializados não somente para a construção da obra, mas para o planejamento de novas linhas fabris, compra e montagem de máquinas e até mesmo para o treinamento e acompanhamento dos empregados efetivos que vão trabalhar na planta.
Desta forma, a contratante consegue manter seu foco de atuação nos negócios já existentes e também planejar outras fases relacionadas à nova fábrica, como operação, quadro de trabalhadores, mercado e concorrência.
Contratação de especialistas para atividades-fim é ponto vantajoso
Antes da sanção da lei da terceirização, só era possível contratar serviços para atividades-meio da empresa. Comumente, tais atividades eram de limpeza, manutenção, segurança e recepção. Com a possibilidade de celebrar contratos para atividades-fim, há inúmeras vantagens para os negócios.
Acaba a necessidade de contratar profissionais celetistas no quadro próprio de colaboradores para atender demandas com prazos pré-determinados. De volta ao exemplo da indústria: não é preciso, por exemplo, realocar empregados de supervisão de produção para treinar novos colaboradores. A instalação e o treinamento sobre o uso de novos maquinários fica a cargo de uma especializada, assim como sua manutenção regular.
É possível visualizar, somente neste exemplo, duas modalidades de contratação de serviços terceirizados: para a implantação de um novo projeto e também para serviços regulares de manutenção de equipamentos, por exemplo.
Contratar especialistas ou treinar efetivos?
O desenvolvimento de carreiras faz parte do dia a dia dos negócios, está diretamente ligado à rotina dos profissionais de RH. Mas isso não significa que há necessidade de treinar pessoal próprio a cada novo projeto, algo que exigiria tempo e recursos.
A opção pela terceirização precisa, portanto, ser planejada sob todos os aspectos. Do financeiro ao capital humano: quanto tempo, dinheiro e pessoas você vai precisar? Qual a duração do projeto? Esta conta fecha? Responder a estas perguntas parece simples, mas depende de uma análise criteriosa. Ao estabelecer um contrato de prestação de serviços terceirizados, há um ganho em agilidade. Não é necessário “esperar” o tempo de treinamento, o serviço é contratado e o projeto pode ser iniciado.
Desta forma, a contratação de uma empresa prestadora de serviços para a gestão de projetos pode mostrar-se mais viável tanto economicamente quanto na agilidade e efetividade das novas atividades. O quadro de colaboradores efetivos pode ser treinado pelo RH para desenvolver carreira em sua própria área de atuação.
Terceirização traz mais qualidade nos serviços
Ao contratar uma terceirizada, a contratante não ganha só em recursos humanos. Ganha em expertise e acesso a ferramentas e tecnologias que, embora não sejam de seu core business, podem ser bastante necessárias na gestão de novos projetos. É o caso da prestação de serviços de folha de pagamento online – um dos produtos que faz parte do portfólio da Employer. A empresa contrata o software que fará toda a gestão da folha e conta com o apoio de especialistas para implantação e atendimento regular.
A empresa que utiliza os serviços tem acesso a todas as informações que precisa, sem a necessidade de montar uma estrutura física em suas instalações. Os dados ficam hospedados em ambiente de nuvem, com manutenção e segurança regulares feitos pela própria Employer.
Importante! Ausência do vínculo empregatício X confiabilidade da contratada
Por fim, é importante citar que a terceirização elimina o vínculo empregatício com os trabalhadores que atuarão na gestão de um projeto. A responsabilidade sobre os encargos trabalhistas, previdenciários e registro em carteira fica a cargo da prestadora de serviço. Vale ressaltar, portanto, que um dos itens mais valiosos na terceirização é analisar o grau de confiabilidade da prestadora de serviços no mercado.
O art. 4º. B da Lei 13.429/2017 estabelece as regras para o funcionamento das empresas prestadoras de serviços a terceiros, tais como capital social mínimo (de acordo com o número de empregados). É importante certificar-se que a prestadora trabalhe dentro das regras estipuladas também pela CLT, a fim de evitar possíveis ações trabalhistas. Isso porque, no caso de uma ação judicial,se a contratada não tiver condições financeiras de responder em juízo, a contratante passa a responder de forma solidária pelas custas e passivos.



Curso Preparatório para o Exame de Suficiência CFC R$ 246,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso de Perícia Contábil R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Tributária R$99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Prático de Departamento Pessoal (Reforma Trabalhista) R$ 139,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Curso Contabilidade Geral R$ 99,90. Ver mais informaçôes

_____________________________________

Site desenvolvido por: Lojista Integrado: Sites | Marketing | Automação Teste Grátis